Frase

“Não troco meu “Oxente” pelo “ok” de ninguém” – Ariano Suassuna

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Pauta do TCE-PB aprecia contas de sete Prefeituras e oito Câmaras Municipais, Prefeitura de Conceição está na Pauta...


 O Tribunal de Contas da Paraíba reúne-se, nesta quarta-feira (20), a partir das 9 horas, para o exame de processos decorrentes, entre outros, do encaminhamento das contas anuais de sete Prefeituras e oito Câmaras de Vereadores. Também serão analisados, na ocasião, processos com origem em inspeções especiais do TCE na Secretaria de Estado da Saúde (exercícios de 2011, 2012 e 2013) e na Polícia Militar.

Terão as contas de 2012 examinadas pelo Tribunal os prefeitos de Nova Floresta (João Elias da Silveira Neto Azevedo), Congo (Romualdo Antonio Quirino Sousa), Salgadinho (Débora Cristiane Farias Moraes) e Lagoa (Magno Demys de Oliveira Borges). Também, os ex-prefeitos de Olivedos (Josimar Gonçalves Costa), Conceição (Vani Leite Braga), e Parari (Solange Alves Caluête Guimarães).

As Câmaras Municipais com prestações de contas na pauta do TCE são as de Cacimbas, Cacimba de Areia, São Vicente do Seridó, Alcantil, São Miguel de Taipu, Itatuba, Araçagi (exercício de 2012) e Pilõezinhos, (2013, neste último caso).

O Tribunal de Contas do Estado reúne-se, ordinariamente, às quartas-feiras, com acesso público permitido e transmissão ao vivo pelo Portal do TCE (www.portal.tce.pb.gov.br).

MaisPB com assessoria

Candidatos a governador se confrontam em debate da TV Arapuan


debate-arapuanA TV Arapuan realizou na noite desta terça-feira (19) o segundo debate entre os candidatos a governador da Paraíba. Os postulantes ao Palácio da Redenção puderam apresentar em cinco blocos suas propostas para governar o estado. O confronto direto entre Cássio Cunha Lima (PSDB) e Ricardo Coutinho (PSB) não ocorreu.

1º bloco
O primeiro bloco do debate da TV Arapuan foi reservado para a apresentação dos candidatos a governador da Paraíba.
 O primeiro a falar foi o deputado federal Major Fábio (PROS). Ele afirmou que decidiu se candidatar a governador por não desejar que o futuro da Paraíba seja construído por pessoas que estão “caducando” na política e são responsáveis por problemas na saúde, educação e segurança. “Estou pronto para representar a Paraíba e apresentar projetos para o estado”.
 O senador Vital do Rêgo Filho, candidato ao governo pelo PMDB, afirmou que disputa o governo do estado para apresentar caminhos de desenvolvimento para o estado e ampliar programas sociais.
 O postulante ao Palácio da Redenção pelo PSOL, Tárcio Teixeira, disse que pretende governor a Paraíba para colocar o poder nas mãos do povo. “Vamos apresentar, de fato, uma alternativa de mudança”, declarou.
 O senador Cássio Cunha Lima, candidato a governador pelo PSDB, afirmou que pretende voltar a governar a Paraíba para reconciliar o governo e a sociedade. “Vamos desenvolver o estado e melhorar os serviços públicos essenciais, como saúde, educação  segurança, em clima de paz e enfrentar os desafios juntos com a sociedade”, argumentou.
O governador Ricardo Coutinho (PSB), que concorre a reeleição, alegou que a Paraíba precisa continuar em seu ritmo de desenvolvimento ao destacar que seu governo investiu mais de R$ 7 bilhões em obras. “Vamos governar com determinação e força para fazer a Paraíba mudar para melhor”, disse.

 2º bloco
No segundo bloco do debate, os postulantes ao Palácio da Redenção responderam perguntas formuladas por representantes da sociedade civil.
O presidente do Conselho Regional de Medicina (CRM), João Medeiros, indagou o governador Ricardo Coutinho sobre as medidas que ele pretende adotar, caso reeleito, para o problema de superlotação, carência de leitos e profissionais de saúde. Ele também indagou acerca dos critérios para a contratação de servidores no estado.
O socialista afirmou que pretende descentralizar o atendimento de Traumatologia nos hospitais da Paraíba e prometeu construir um Hospital de Emergência e Trauma no Sertão do estado. Ele também assegurou que irá transformar o Hospital Padre Zé no Hospital da Mulher.
Major Fábio que também comentou o assunto disse que a saúde será prioridade em seu governo e assegurou que as consultas e os exames serão realizados com agilidade.
O presidente da Comissão de Políticas de Segurança e Drogas da OAB/PB, Deusimar Guedes, indagou a Major Fábio acerca das estratégias para combater as drogas na Paraíba.
Major Fábio afirmou que, caso seja eleito governador, fechará as fronteiras do estado e capacitará a polícia civil para impedir a circulação de drogas e permitir, dessa forma, a liberdade da população.
Ao falar sobre segurança, Tárcio Teixeira opinou que  bala e arma não irão resolver o problema da segurança pública. Ele lamentou o sucateamento do setor na Paraíba e defendeu a valorização do servidor para garantir uma segurança de qualidade.
O presidente da Famup, Tota Guedes, perguntou ao candidato Vital do Rêgo sobre as propostas dele para incentivar a parceria entre estados e municípios.
 Para o peemedebista, o ideal seria a desconcentração do desenvolvimento do estado e a consequente interiorização. Ele destacou que a ampliação da duplicação da BR-230, a modernização  da malha ferroviária, investimentos no Porto de Cabedelo e a transposição do Rio São Francisco são fundamentais para a geração de desenvolvimento e riqueza para a Paraíba.
 Sobre o tema, Cássio Cunha Lima propôs uma reavaliação do pacto federativo e apresentou a retomada do programa ‘Boa Nova’ e do programa do gasoduto como algumas de  suas prioridades.
O presidente da APLP, Francisco Fernandes, indagou ao tucano se ele garantiria o pagamento do piso nacional do magistério a partir de janeiro de 2015, caso seja eleito.
Cássio Cunha Lima assegurou que irá restabelecer o diálogo  com os servidores, em especial o Magistério, garantirá autonomia da UEPB, realizará concursos e convocará os aprovados. Ele ainda se prontificou a retomar a parceria com o Instituto Airton Senna e revisar os Planos de Cargo Carreira e Remuneração dos servidores, assim como a paridade entre funcionários ativos e inativos.
Vital do Rêgo afirmou que pretende aplicar o plano nacional da educação, com a criação da nova escola do ensino médio, inserindo o ensino profissionalizante na grade curricular. Ele também se comprometeu em pagar o piso nacional do magistério.
A presidente do Sindicato dos Servidores de Saúde da Paraíba, Vanda Celi, perguntou a Tárcio Teixeira se ele pretende reformular o PCCR da Saúde, se eleito for em outubro.
O postulante do PSOL prometeu implementar o Conselho de Servidores do estado e lamentou o  congelamento das gratificações dos funcionários estaduais.
Ricardo Coutinho destacou que foi o responsável pela criação da data-base para o funcionalismo e disse que foi o governador que mais nomeou concursados.
Atamir Araújo, presidente da Associação dos Estudantes Secundaristas da Paraíba, perguntou a Cássio Cunha Lima sobre a viabilização da escola integral no estado.
O candidato disse que seu  compromisso é restabelecer a autonomia da UEPB, contratar concursados e valorizar o ensino técnico aliado ao ensino em tempo integral. Ele também destacou a necessidade de estruturação de escolas utilizadas para  o ensino de tempo integral.
Major Fábio disse que a escola precisa ser atrativa e apostou na disponibilização de atividades desportistas.
 Merlanio Maia, representante do MovPaz, quis saber de Tárcio Teixeira qual o caminho para a sociedade ter acesso à cultura pela paz.
Tárcio Teixeira falou que a política de segurança precisa ser articulada e não pode vir de cima para baixo. Ele também defendeu a reabertura de delegacias com condições de funcionamento.
 Ricardo Coutinho  afirmou que  segurança precisa ser pensada na sua logística,  efetivo e gestão.
 O representante da Associação Médica da Paraíba, Otávio Lopes, indagou ao senador Vital do Rêgo Filho sobre as possibilidades de investimento em saúde apesar da escassez de recursos.
O parlamentar destacou que foi defensor no Congresso Nacional de várias matérias voltadas para a melhoria da saúde pública e se manifestou contrário à terceirização do serviço no estado. Ele ainda se comprometeu a aumentar o número de hospitais na Paraíba.
Tárcio Teixeira disse que a rede de atendimento em saúde é insuficiente e defendeu a construção do Hospital de Trauma no Sertão.
Fernando Lira, representante dos servidores públicos da Paraíba, perguntou a Major Fábio se ele se comprometeria a pagar o plano de saúde para os servidores do Poder Executivo e se estenderia o vale-refeição.
 Major Fábio assegurou não fugir do debate, mas salientou que o mais importante é garantir um salário digno aos servidores.
 Cássio Cunha Lima  lembrou que quando governador criou 27 PCCRs e realizou 37 concursos públicos. Ele também não descartou pagar o plano de saúde e vale-refeição do funcionalismo ao se dispor a diminuir os custos da máquina pública.
Inácio Junior, presidente da associação de Turismo da Paraíba, perguntou ao governador Ricardo Coutinho  sobre o projeto de divulgação do estado para fomentar a área.
O socialista disse que fez várias parcerias com o trade turístico para a divulgação da Paraíba em outros estados, a exemplo de São Paulo.
Vital do Rêgo Filho lamentou a falta de integração entre governo e trade turístico e prometeu melhorar a imagem da Paraíba fora do Brasil.

4º bloco
O penúltimo bloco do debate foi marcado por perguntas entre candidatos.
Cássio Cunha Lima iniciou a rodada de indagações por Tárcio Teixeira que comentou sobre a política de saneamento básico para o estado.
O candidato do PSOL defendeu a universalização do saneamento e lamentou gastos em saúde decorrentes da falta de saneamento. Ele também garantiu a realização de concursos públicos para a Cagepa  e o fim de terceirizações.
Cássio prometeu retomar o programa ‘Boa Nova’ e priorizar a distribuição de águas e fazer serviços de drenagem e pavimentação em parceria com as Prefeituras.
Tárcio Teixeira perguntou a Ricardo Coutinho se ele receberia o funcionalismo público em seu gabinete.
Ricardo disse que foi o governador que mais dialogou com o povo e implantou o orçamento democrático, mas observou que o governo não é feito apenas para administrar uma folha de pessoal.
 Tárcio rebateu ao dizer que falar de servidor não é se referir à folha de pagamento , mas garantir condições de trabalho.
 Vital do Rêgo perguntou a opinião de Major Fábio sobre a promessa do governador de fazer 40 anos em 4.
O candidato do PROS revelou curiosidade sobre a reação de Cássio quando Ricardo demitiu mais de 30 mil servidores comissionais e lembrou que os dois eram aliados até pouco tempo.
Vital do Rêgo disse que está disposto a apresentar um programa de estado diferente com compromissos  com a Paraíba para as próximas décadas através de planos integrados de desenvolvimento.
Major Fabio perguntou a Cássio Cunha Lima sobre suas propostas para a educação.
 O tucano disse que a área teve diversas conquistas à época em que foi governador, mas reconheceu que há muitas coisas a serem feitas.
Ricardo Coutinho perguntou a Vital do Rêgo o que ele achava da falta de investimento em saúde no governo Cássio que levou a juíza federal Cristina Garcez a determinar que o estado investisse 12% da receita corrente liquida na área.
Vital lamentou o fato e aproveitou para alfinetar o governador ao criticar a terceirização do Hospital de Trauma de João Pessoa, como denunciou o Ministério Público do Trabalho.

5º bloco
 O último bloco do debate foi destinado para as considerações finais dos candidatos a governador.
 Major Fábio disse que chegou a hora de mudar o estado e se colocou como mudança da Paraíba ao representar a indignação do povo paraibano com atual modelo político.
Vital do Rêgo Filho destacou que o debate foi aproveitado para apresentar seu plano de governo para melhorar os investimentos na Paraíba em diversos setores.
Tárcio Teixeira disse que sua candidatura está à disposição para trabalhar com a população.
Cássio Cunha Lima aproveitou suas considerações finais para pedir o apoio à candidatura de Aécio Neves para presidente da República ao garantir que o tucano tem o compromisso de resgatar a dívida do Brasil com a Paraíba. Ele também falou que está pronto para fazer um governo novo e moderno.
 Ricardo Coutinho finalizou sua participação no debate ao afirmar que  a paz verdadeira se constroi com trabalho, políticas públicas e participação popular.

blogdogordinho

No JPB, Cássio critica “terceirização desonesta”


Em entrevista ao programa JPB 2ª Edição, durante transmissão simultânea entre as televisões Paraíba e Cabo Branco, afiliadas da Rede Globo, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato a governador pela Coligação A Vontade do Povo, destacou sua preocupação com a atual situação do setor de saúde pública no Estado. Notadamente, criticou duramente os escândalos envolvendo a terceirização da área.
Ao ser abordado pela entrevistadora Edilane Araújo se iria acabar com o processo de terceirização, Cássio deixou claro que é uma questão que será profundamente avaliada por seu governo, mas acredita que o problema, de fato, não está na modalidade, mas na desonestidade que campeia no atual modelo implementado na Paraíba.
Ao longo de cinco minutos, Cássio ainda lamentou o fato de que, na Paraíba, após a atual gestão estadual, todos os índices pioraram sensivelmente, tornando a situação ainda pior a postura de um governo que fecha a porta para o diálogo com os segmentos da sociedade civil organizada e as instituições.

ASSCOM

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Primeira-dama da Paraíba afirma que se nega a votar no PT

Apesar da aliança firmada entre o governador e candidato à reeleição, Ricardo Coutinho, e o PT na Paraíba, a primeira-dama do estado, Pâmela Bório, usou suas redes sociais, nesta terça-feira (19), para afirmar que se nega a votar nos petistas. Em seu instagram Pâmela disparou: “Aos insistentes amigos petistas: não votarei no PT nem que seja para salvar a sua vida”.

O comentário da primeira-dama gerou polêmica nas redes sociais e levantou o questionamento de muitos seguidores de Pâmela que questionaram se ela não iria votar em Lucélio Cartaxo (PT), candidato ao Senado na chapa do marido dela, Ricardo Coutinho.

Em resposta às indagações feitas na rede, Pâmela foi direta ao responder: “Disse certo, a aliança é entre eles. E, se não percebeu, desta campanha eu não participo”.
pamela_ptpamela_pt_resposta

Ex-deputada Nadja Palitot acaba de anunciar apoio a Cássio, entrega o cargo que ocupava na Prefeitura de JP e se licencia do PT...

A ex-deputada Nadja Palitot acaba de anunciar, durante entrevista coletiva na API, adesão à candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), ao governo. Entretanto, manteve voto em Lucélio Cartaxo para Senador, em Dilma para presidente e segue com sua relação com o prefeito Luciano Cartaxo. Ela afirmou que por uma questão ética entregou o cargo que ocupa no governo municipal e se licenciou do PT.
Adesão_Nadja
Nadja disse que o único pedido que fez ao prefeito Luciano Cartaxo e ao ex-presidente Rodrigo Soares, foi que o governador Ricardo Coutinho não voltasse a ter influência no PT. Diante da aliança, ela não poderia permanecer nesse projeto. Nadja disse que não se sentiu usada ou enganada e reconhece as dificuldades que Luciano Cartaxo teve para manter a sua candidatura, mas tomou um choque com o anúncio da aliança entre Ricardo e Luciano. Foi pega de surpresa.
No início da entrevista, Nadja pediu que fosse respeitado um minuto de silêncio em lembrança de Eduardo Campos, que, segundo ela, era amigo pessoal dela e de Cássio. Em seguida, ela fez um breve histórico de sua vida pública, lembrando que entrou no PT depois de longa militância no PSB. Já o senador Cássio disse que hoje é um dia especial para sua campanha e destacou o espírito de luta pelas causas sociais que Nadja  travou em sua vida pública.
No período de pré-campanha, Nadja chegou a ser anunciada pelo prefeito Luciano Cartaxo como a candidata do PT ao governo.
 

Ex-prefeito de Cuitegi anuncia apoio a Wilson Santiago

Mais lideranças políticas do estado anunciaram apoio à candidatura de Wilson Santiago para senador pela coligação ‘A vontade do povo’. Na tarde desta segunda-feira (18), Wilson recebeu o ex-prefeito Tota Belizário (PSDB) e o ex-vice-prefeito Raul Meireles, na cidade de João Pessoa e ambos revelaram apoio ao projeto de Wilson Santiago.

Wilson comemorou a adesão vinda do Brejo do estado que segundo ele, só fortalece o projeto de mudança para a Paraíba. “Estamos chegando a todas as regiões, a várias cidades da Paraíba juntos em um só propósito: mudar a Paraíba”, disse. 

asscom

Nadja Palitot deve anunciar apoio à candidatura de Cássio nesta terça

A ex-deputada Nadja Palitot, atualmente filiada ao PT, fará pronunciamento durante entrevista coletiva, às 10h30, desta terça-feira (19), na sede da Associação Paraibana de Imprensa, em João Pessoa, para anunciar o seu posicionamento político nas eleições deste ano.

A expectativa é que a ex-parlamentar anuncie adesão ao projeto do senador Cássio Cunha Lima, candidato a governador pelo PSDB, tendo em vista que a convocação para a coletiva foi divulgada pela assessoria do tucano.

Além de deputada, Nadja Palitot também já foi vereadora de João Pessoa e ex-candidata a prefeita da capital em 1996. Recentemente, figurou como pré-candidata a governadora pelo PT, até ter a postulação retirada pelo partido.

 Em 2010, Nadja foi candidata a deputada estadual pelo PSL e obteve 12.853 votos.

Alexandre Freire - MaisPB

Agora no Vale do Piancó...


segunda-feira, 18 de agosto de 2014

FESTA DE CLAUDIO GOMES, EM SÃO PAULO

Só tenho a agradecer à Deus, por todas as coisas boas, que Ele me concede.
Há 26 anos, eu cheguei em uma cidade, de nome Boqueirão dos Cochos, hoje, Igaracy.
Foi o que se dizem por aí, amor à primeira vista.
Um lugar, que meu coração escolheu para viver.
E Igaracy, tem o poder de encantar à todos que têm a oportunidade de conhecê-la.
Seja pela simplicidade do lugar ou, pelas pessoas maravilhosas.
Hoje, não tenho muitas palavras para essa matéria.
E agradeço, aos meus amigos que compareceram à essa festa.
Agradeço também, dupla sertaneja Igaracyense, Jayro e Allan e participação de Hermineilson, na bateria.
São artistas de muito valor, que merecem a nossa admiração e torcida para que façam cada vez mais sucesso e, conquistem seus lugares, ao sol.
Enfim, resumo tudo isso em poucas palavras, porém importantes, que são:
AMOR POR IGARACY, NÃO SE EXPLICA.
APENAS, SENTIMOS DA FORMA MAIS SIMPLES E VERDADEIRA.








 Veja mais fotos:

Prefeita de Poço de José de Moura anuncia apoio a Wilson Santiago

O candidato a senador pela coligação ‘A vontade do povo’, Wilson Santiago, recebeu nesta segunda-feira (18) a adesão de mais um prefeito da região do alto sertão do estado. A prefeita Aurileide Egidio de Moura (DEM) confirmou estar com Wilson neste projeto de mudança da Paraíba.

“Wilson tem um projeto único, que realmente propõe uma nova Paraíba mais desenvolvida e melhor de se viver”, disse a prefeita. O encontro aconteceu em João pessoa e foi bastante comemorado por Wilson.

“É mais uma cidade. É mais uma importante liderança que se junta ao nosso projeto. Estou feliz em ver as pessoas acreditando que a Paraíba pode mudar e que isso pode acontecer com novos projetos. Com a vontade de trabalhar. E é o que estamos propondo para o nosso estado”, disse.

ASSCOM

Com frase-conceito, Cássio desconstrói discurso de bom gestor de RC

Sem a maquiagem dos números da propaganda do atual governo, a Paraíba apresenta índices preocupantes nas principais áreas de uma administração pública. A tentativa do governador Ricardo Coutinho (PSB) de se apresentar como um "grande gestor" passa a ser questionada efetivamente pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato a governador pela Coligação A Vontade do Povo.
- Que gestor é esse que deixa as polícias diminuírem de tamanho num cenário como o de hoje?", começou a questionar durante entrevista em estúdio na Rádio Campina Grande FM, no último sábado. Sistemático, foi mais além:
- Que gestor é esse que permite, no setor da Educação,  a diminuição de 100 mil vagas na rede estadual? - questionou, ao destacar os problemas inerentes ao fechamento de mais de 300 escolas.
- Que gestor é esse que permite que leitos sejam fechados nas redes privada e filantrópica?", perguntou o candidato do PSDB, usando como exemplo a gravíssima crise vivida pelo Hospital da FAP (Fundação Assistencial da Paraíba).
Cássio apontou a realização de concursos públicos como solução inicial para essas três deficiências da atual administração estadual. A ideia do tucano para a educação é valorizar os professores com planos de cargos, estabelecendo concursos anuais e oferecendo aos educadores uma carreira atrativa, com salários realmente condizentes à missão do magistério.
Na segurança pública, o plano de Cássio é aumentar os efetivos das polícias Militar e Civil também através de concursos.
- Do concurso que nós havíamos feito, há dois anos aproximadamente, quando o Governo do Estado contratou 223 novos policiais, que foram inclusive treinados aqui em Campina Grande, apenas 18 ficaram na nossa cidade. No nosso governo queremos que Campina volte a ser tratada com o devido respeito e atenção - , argumentou.
Para a saúde, Cássio reiterou a proposta de voltar a fazer parcerias com os municípios, com o intuito de desafogar os hospitais de Trauma de João Pessoa e Campina Grande.
- Meu compromisso é não transferir responsabilidades. A declaração do secretário estadual da Saúde (sobre a denúncia do Fantástico, da Rede Globo, em relação à retenção de macas no Trauma-CG) raia o absurdo. Ele chegou a dizer: 'como é você está esperando cinco pessoas para almoçar e vêm 50'. Então tem de encarar o problema e dizer que vai comprar maca, ao invés de fazer mea-culpa", disse.
A entrevista de Cássio na Campina FM foi repercutida também no Cariri paraibano através da Rádio Serra Branca FM.
 

domingo, 17 de agosto de 2014

Prefeito de São Francisco anuncia adesão a Wilson Santiago

O prefeito da cidade de São Francisco, alto sertão do Estado, anunciou adesão à candidatura de Wilson Santiago a senador pela coligação ‘A vontade do povo’. O encontro com João Bosco Filho (PSDB) aconteceu na manhã deste domingo (17) em João Pessoa.

Durante o encontro, Wilson destacou o crescimento de sua base aliada no interior da Paraíba, o que para ele será de extrema importância durante esta campanha. “É mais um prefeito que quer mudança para o nosso estado. É mais uma cidade que estará conosco nessa luta ao lado de todo o povo paraibano”, disse Wilson.

ASSCOM

Admiradores acompanham velório no Palácio; fila chega à Ponte Santa Isabel




Fila para despedida já atinge Princesa Santa Isabel. Foto: Thiago Neres/DP/D.A Press
Fila para despedida já atinge Princesa Santa Isabel. Foto: Thiago Neres/DP/D.A Press
Centenas de admiradores estão na frente do Palácio do Campo das Princesas, em Santo Antônio, onde é realizado o velório do ex-governador Eduardo Campos, morto na quarta-feira (13). Cerca de cinco mil pessoas já passaram pelas filhas para se despedir de Campos, do assessor Carlos Percol e do fotógrafo Alexandre Severo, de acordo com um dos seguranças. O velório de Marcelo Lyra ocorre no Cemitério Morada da Paz, em Paulista.

Confira a cobertura completa da morte e do sepultamento de Eduardo Campos

Cleiton Braz foi ao local prestar homenagem. Foto:
Cleiton Braz foi ao local prestar homenagem. Foto:
O velório está aberto ao público desde a chegada dos restos mortais à sede do governo estadual, por volta das 2h30, após cortejo fúnebre em carro do Corpo de Bombeiros que passou por 11 bairros. A missa campal será celebrada pelo arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, às 10h, na Praça da República.

A ex-primeira dama Renata Campos e os filhos do governador ainda não chegaram ao local. Eles acompanharam o desfile.

Os corpos do ex-governador Eduardo Campos e assessores mortos no acidente aéreo na cidade de Santos (SP) chegaram por volta das 23h05 deste sábado ao Recife. Os caixões foram transportados em um avião da Força Aérea Brasileira.

Velório está aberto ao público desde a madrugada. Foto: Larissa Rodrigues/DP/D.A Press
Velório está aberto ao público desde a madrugada. Foto: Larissa Rodrigues/DP/D.A Press

Chegada do cortejo ao Palácio do Campo das Princesas, multidão grita: "Eduardo, guerreiro do povo brasileiro!", e Renata canta hino nacional puxado por milhares de pessoas...

Atualizada às 02h21 (Domingo) - Após duas horas de cortejo pelas ruas do Recife, corpos de Eduardo Campos e assessores chegam ao local do velório, o Palácio do Campo das Princesas. Na chegada, o público aplaude e grita “Eduardo, guerreiro, do povo brasileiro”.
Renata Campos canta Hino Nacional, puxado por centenas de pessoas que acompanham início do velório, em estrutura montada na frente da sede do governo estadual. Admiradores de Campos gritam nome de Renata, viúva do ex-governador que acompanhou todo o percurso junto com os cinco filhos do casal. Também gritam nome de Marina Silva. Ela acenou e cumprimentou o público.
 
Marina é ovacionado pela multidão durante chegada ao Palácio das Princesas para velório de Campos e os filhos dele: João, Pedro e Maria Eduarda acenam para o público.
 
Bandeiras do Brasil, de Pernambuco e do PSB foram colocadas sobre o caixão de Eduardo Campos. Foto do ex-governador sorrindo também pode ser vista pelo público. Caixão foi posicionado em estrutura montada em frente ao Palácio do Campo das Princesas, no Recife.

Caboclos de lança se apresentam em homenagem a Eduardo Campos e aos dois assessores do ex-governador. Os corpos começaram a ser velados na madrugada deste domingo, no Centro do Recife. Os caixões de Carlos Percol e Alexandre Severo foram posicionados dos lados esquerdo e direito do caixão de Campos, respectivamente. Marina Silva acompanha ao lado de Renata Campos apresentação de caboclos de lança, que ocorre em frente à estrutura montada na sede do Governo de Pernambuco.

Apesar dor pela morte do marido, Renata Campos convoca reunião com líderes da Frente Popular para pronunciamento nesta segunda, às 10h.

Renata, mulher de Eduardo Campos, saindo de casa, em Pernambuco
Atualizada às 01h21 (Domingo) - A viúva de Eduardo Campos, Renata Campos, chamou para si a responsabilidade de manter unidos o PSB e a Frente Popular. Apesar da dor pela morte do marido, Renata decidiu convocar líderes políticos e a militância de todos os partidos da Frente Popular para um encontro na segunda, na Blue Angel do Derby, às 10h.
Como líder natural e herdeira do legado do ex-governador, Renata deverá pedir aos correligionários que continuem o projeto de Eduardo e assumam a missão de eleger em Pernambuco, Paulo Câmara, candidato a governador, e apoiar Marina Silva na corrida pela Presidência da República. O pronunciamento de Renata, ao lado dos filhos, ocorrerá um dia após enterrar o marido e na data em que comemora 47 anos de idade.
Apu Gomes/Folhapress
Filhos carregam o corpo de Eduardo após avião da FAB chegar à Base Aérea do Recife, às 23h (deste sábado). Eles vestiam camisas amarelas com os dizeres: "Não vamos desistir do país", em verde, frase com a qual o pai,  candidato à Presidência da República, encerrou sua entrevista ao Jornal Nacional - na TV Globo, um dias antes da tragédia. 
Em Recife, filhos de Eduardo Campos cobrem caixão com a bandeira do Brasil Renata Campos acompanha chegada dos corpos, em Recife
Filhos cobrem caixão do pai com bandeira do Brasil e Renata sempre com o pequeno Miguel no colo...
Agora, já são 01h11 da madrugada de domingo e o cortejo ainda segue pelos bairros do Recife com destino ao Palácio das Princesas, onde acontece o velório a partir das 02h30. O sepultamento está marcado para às 17h de hoje. Os filhos de Eduardo campos segue junto do caixão, em cima da viatura do Corpo de Bombeiros.
"Não vamos desistir do país", gritam os filhos ao lado do caixão do pai, na viatura do Corpo de Bombeiros.
A pedido de Renata, a cerimônia do velório não terá nenhum momento íntimo,com presença apenas de familiares e amigos do ex-governador, e será totalmente aberta ao público em estrutura montada na frente do Palácio das Princesas, aonde já se encontram milhares de pessoas à espera da chegada do cortejo.
Esta prevista uma missa campal comandada pelo arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, para às 10h deste domingo. Às 17h, o corpo seguirá para o cemitério de Santo Amaro, aonde será enterrado ao lado do jazigo de seu avô, o ex-governador Miguel Arraes (1916 - 2005).

sábado, 16 de agosto de 2014

Prefeito de Queimadas declara apoio a Wilson Santiago

Mais um prefeito declarou apoio a candidatura de Wilson Santiago para o senado federal pela coligação 'A vontade do povo'. Wilson recebeu na noite deste sábado (16) a adesão do prefeito de Queimadas, Jacó Maciel (PSD), após encontro ocorrido na cidade de Campina Grande.

Com ele, foram nove importantes lideranças políticas que declararam apoio a Wilson somente neste sábado, o que para o candidato é uma importante prova do crescimento de seu projeto para a Paraíba.
"Queimadas é um importante município que polariza várias cidades daquela região. Com certeza a vinda de Jacó para o nosso projeto é de extrema importância para a nossa campanha. Fico feliz em ver o nosso projeto crescendo a cada momento", disse.

AsCom

Mulher tira a própria vida utilizando punho de rede, em Aguiar-PB.


No começo da manhã dessa sexta-feira, 15, familiares da dona de casa, Benedita da Silva Soares, de 64 anos, encontraram ela já sem vida em um quarto da residência, que fica na Rua Bernardino Bento, em Aguiar-PB.

A mulher pôs fim à própria vida ao se enforcar no punho da rede, onde dormia.

A polícia foi acionada e esteve no local. O corpo foi encaminhado para exame cadavérico em Patos, mas já foi liberado para a família proceder o sepultamento.

Fonte: Folha do Vale

Mais um prefeito e sete vereadores anunciam adesão a Wilson Santiago

Sete vereadores da cidade de Esperança e o prefeito da cidade de Princesa Isabel, Domingos Sávio, anunciaram na tarde deste sábado (16) apoio ao candidato a senador pela coligação ‘A vontade do povo’, Wilson Santiago.

O encontro com os vereadores de Esperança aconteceu na cidade de Campina Grande e contou com a presença do candidato a governador Cássio Cunha Lima. Após esta adesão, Wilson passou a contar com o apoio dos vereadores Adailton (PSB), Pingo (PSD), Babá de Pipoca (PTB), Nielly (PSC), Tite (PP), Josinaldo (PMDB) e Evandro (PMDB).

“São importantes adesões para o nosso projeto. Poder contar com estas lideranças políticas de Esperança é muito gratificante”, disse.

Já o encontro com o prefeito de Princesa Isabel aconteceu na cidade de João Pessoa. Wilson comemorou a adesão vinda do Sertão do estado. “Tenho um carinho especial por nosso Sertão, e ver uma liderança tão brilhante como o prefeito Domingos fazer parte do nosso grupo nos traz ainda mais a certeza de que a Paraíba quer mudança”, disse.

AsCom

Nova pesquisa: Cássio sai na frente com 48% para governador.


Na primeira pesquisa de opinião divulgada pelo JORNAL DA PARAÍBA depois do registro oficial das candidaturas a governador da Paraíba no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) dispara com 48% das intenções de voto, quase o dobro do seu principal opositor, o governador Ricardo Coutinho (PSB).

O tucano lidera a corrida em todas as mesorregiões do Estado.

(JPB divulga pesquisa)

Os números são da pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), entre 7 e 9 de agosto.

De acordo com os números, o governador Ricardo Coutinho, que disputa a reeleição, detém 25% das intenções de voto. O senador Vital do Rêgo Filho, candidato do PMDB, ocupa a terceira posição, com apenas 3%. O Major Fábio, do Pros, obteve 1%. Os candidatos Antonio Radical (PSTU) e Tárcio Teixeira (PSOL) não pontuaram. Brancos e nulos somam 8% e não sabem ou não responderam totalizam 14%. Pelos números apontados na pesquisa, a eleição na Paraíba seria decidida logo no primeiro turno.

No confronto entre Cássio e Ricardo, o candidato do PSDB supera as intenções de voto conferidas ao candidato do PSB em todas as mesorregiões do Estado. A diferença maior aparece no Agreste, com 34% de vantagem para o tucano, que conta com 52% contra 18% do opositor. Nas demais regiões, os números são os seguintes: Mata (42% a 29%), Borborema ( 50% a 26%) e Sertão (52% a 27%). Nos dois maiores colégios eleitorais do Estado – João Pessoa e Campina Grande –, Cássio também bate Ricardo. Na capital, ele obteve 38% das intenções de voto contra 31% do adversário. Em Campina Grande, são 55% para o tucano e 15% para o socialista.

O favoritismo de Cássio também foi registrado na pesquisa espontânea. Ele tem 35%, Ricardo 18% e Vital 2%. Os demais candidatos não pontuaram. A pesquisa do Ipespe foi registrada na Justiça Eleitoral, sob o protocolo PB-00016/2014. Foram ouvidos 1.500 entrevistados no Estado. A margem de erro estimada é de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos, e intervalo de confiança de 95,5%.

Fonte: JPB

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

PRF realiza megaoperação e apreende várias motocicletas em Piancó

A Polícia Rodoviária Federal realizou na noite desta quinta-feira (14) às margens da BR 361, cerca de 300 metros da entrada de Piancó, uma megaoperação para apreender veículos sem a documentação legal, além de seus condutores. Esaú Alves um dos comandantes da operação informou que o principal objetivo é verificar as condições das motocicletas devido ao aumento dos acidentes e mortes ocorridos nos últimos anos nas rodovias federais do Estado.
O policial falou que a operação serve ainda para resguardar vidas, já que eles estão fiscalizando documentos, condições das motos e carta de habilitação. Além das motocicletas, os carros também são fiscalizados, no entanto, a atenção maior é com as motos. Várias motocicletas foram detidas para averiguação, dentre as quais uma moto Honda Biz de cor vermelha com suspeita de roubo, além de várias sem habilitação, motos não licenciadas, falta de pagamento do seguro.  
Segundo informações algumas pessoas foram encaminhadas para a delegacia de polícia civil. Esaú revelou que 64% das pessoas internadas no hospital de trauma são vitimas de acidentes envolvendo motocicletas e, além disso, houve um aumento considerável no número de mortes em consequência de acidentes com motos.
 
A operação que começou no final da tarde e adentrou pela noite, conta com 25 policiais, sete viaturas, seis motos, um guincho e posto móvel. (com ValeNewsPB)

Parlamentar de JP deixa campanha de Genial Matias e deve anunciar apoio à reeleição de Branco Mendes

 Parlamentar de JP deixa campanha de Genial Matias e deve anunciar apoio à reeleição de Branco MendesOs bastidores da política na Paraíba continuam movimentados nesta sexta-feira (15). Informações obtidas pelo portal PB Agora dão conta da mais recente movimentação envolvendo a disputa proporcional e trata-se da perda e do ganho de um apoio de peso.

A novidade seria a mudança de apoio da vereadora Raíssa Lacerda (PSD), que estaria deixando de apoiar o nome do ex-deputado Genival Matias, para aderir à reeleição do deputado estadual Branco Mendes, do PEN.

A vereadora Raíssa, que apóia o candidato tucano Pedro Cunha Lima para deputado federal era tida como uma base certa para Genival Matias. Ainda não se sabe o motivo que teria feito Raíssa aderir a Branco Mendes, que além de ter bases fortes no litoral Sul, também tem suas bases no Vale do Piancó.

Ainda conforme informações repassadas ao portal, nas ultimas horas Raíssa e Branco conversaram demoradamente. A expectativa agora é que a vereadora publique uma nota revelando o novo posicionamento e comece a agendar atividades políticas com o deputado Branco Mendes no Sertão do Estado e também nas ruas da Capital.


PB Agora

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

No avião caiu a esperança de todo o povo Nordestino que tinha Eduardo como o maior líder politico dos últimos anos.


Cássio chora muito ao ser informado da morte de Eduardo Campos e cancela agenda com Aécio Neves na Paraíba

Aécio, Cássio e Eduardo em um encontro na casa do ex governador de Pernambuco
Abalado, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) deixou o seu comitê político em João Pessoa aos prantos ao ser informado da morte do ex-governador de Pernambuco e candidato à presidência da República pelo PSB, Eduardo Campos, em um acidente de avião em Santos (SP), na manhã desta quarta-feira (13). 
Cássio tão logo soube do acidente que vitimou o presidenciável também suspendeu a sua agenda de campanha. De acordo com informações, Cássio estava atendendo lideranças em seu comitê em João Pessoa quando tomou conhecimento do acontecido. Cássio teria chorado ao saber da morte de Eduardo Campos e deixou o comitê abalado.
A Assessoria de imprensa da Coligação "A Vontade do Povo", encabeçada por Cássio, informou também que. diante do trágico acidente, a agenda do presidenciável Aécio Neves (PSDB) na Paraíba está suspensa. Em contato com Aécio Neves, Cássio decidiu suspender os comícios programados para os municípios de Santa Luzia, Patos e Pombal, diante da consternação pela morte do ex-governador de Pernambuco.
"Mais do que um homem público exemplar e um dos mais notáveis líderes de sua geração, Eduardo Campos era amigo pessoal de Cássio Cunha Lima há muitos anos e sempre nutriu pelo senador e candidato a governador da Paraíba um carinho especial, extensivo à toda Paraíba", diz a nota da assessoria. Nas próximas horas, serão divulgadas novas informações sobre a agenda do senador Cássio e da coligação, diante das lamentáveis circunstâncias.
 
Assessoria.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Ligado no blog...



O jovem Técnico em Segurança do Trabalho Manoel Barreiro, Manezinho de Benício, tá acompanhando lá de São Paulo diariamente as notícias de Igaracy e da região através do nosso blog...

Agradecemos os constantes acessos feito pelos filhos de Igaracy, que residem no estado de São Paulo.